Ao que tudo indica agora a competição criada pela MTV será uma série. Nessa segunda edição competem pelo prêmio: Oleg Vorslav, Daniel Ilabaca, Pip Andersen, Michael Turner, King David e Daniel Arroyo. Dessa vez achei o carater competitivo do programa mais ousado: “6 competidores, 1 campeão”. Acho que dessa vez nem discurso do Papa pedindo por Paz acalma os ânimos dos defensores do “Pro Parkour, Against Competition“.

Algumas comunidades mundiais já se posicionaram a respeito de competições no Parkour/Freerunning, como é o caso do ParkourUK, um dos regulamentadores da prática na Inglaterra:

“Esse evento não reflete os valores básicos e os principios do Parkour / Freerunning, e nem representa o método, a prática e os seus objetivos. Competir por pontos ou posição de destaque é contrário a filosofia, ética e espírito da disciplina”.

Retirado do documento: WFC Statement

EDITADO:

Esqueci de colocar o link do video chamada para o programa. Expanda o tópico para ter acesso a ele.