Título grande né? Ufa. Enfim, é isso. Acho que o título e a foto mostra tudo o que tem de errado. Uma empresa de tabaco chinesa usou Parkour numa demonstração para promover seu produto na China. A Fábrica de Tabaco de Beijing junto com uma entidade beneficente faz um tour por 5 cidades para promover a causa da entidade. No entanto, por ter patrocinio da empresa tabagista, acaba sendo uma grande publicidade da empresa utilizando o nosso tão querido Parkour (na verdade ta mais com cara de acrobacia mas enfim..) para promover cigarro.
A atitude no entanto está sendo bastante criticada por frentes anti-tabagistas. No Brasil, a muito tempo é proibida a associação de cigarro com esportes. Aliás sequer é permitida propaganda de cigarro a um bom tempo no nosso país.
A questão é: Porque um tracer aceitaria promover uma empresa de cigarro? (pergunta retórica..)
E você aí todo enchendo o peito pra falar que o pessoal do Parkour é saudável, idealista e com cabeça boa né? rá.

Atualização: A UFF fez uma rápida enquete na sua página do facebook, ainda relacionada a essa questão, e perguntou: “Qual o seu preço?”. As respostas foram mixtas, mas não é difícil encontrar respostas como “pagando bem que mal tem”, ou pela desculpa hipócrita mais comum de gente que quer aparecer “eu iria pela divulgação do parkour, não pela grana”. Triste.