Movimente divulgou recentemente o resultado do 1º Cadastro Parkour de Brasília. Apesar dos dados apresentados se referirem as incrições recebidas até o dia 8 de Setembro, o cadastro continua e pode ser feito através do formulário disponibilizado no blog. De posse dessas informações, Brasília terá como fornecer um censo a respeito dos praticantes de Parkour e assim poder traçar metas mais objetivas para o crescimento da atividade na região. Em 2011 será recolhido um novo censo para se comparar os resultados.

Expanda o tópico para ver o resultado do censo, ou então siga diretamente para a fonte.

DIVULGAÇÃO DE DADOS GERAIS TOTAL DE CADASTRADOS NO DF
(Até 8 de Setembro considerando somente os cadastros do Distrito Federal e entorno)  

58 praticantes brasilienses

DADOS POR REGIÃO

Para facilitar a divulgação, dividimos o DF em 5 setores, de acordo com sua abrangência. Veja a seguir as quantidades, a descrição de cada setor e as RA’s que o compõem:

19 tracers no Setor Central – Área que circunda o Lago Paranoá, onde estão os picos tradicionais como 308 Sul e 303 Sul. É composta por: Brasília, Lago Sul, Lago Norte, Cruzeiro, Guará e Vila Planalto.
17 tracers no Setor Norte – Área caracterizada por variações de relevo, vegetação, trilhas e pouca conurbação, onde os treinos sempre tiveram maior tendência a serem militarizados. É composta por: Sobradinho 1 e Sobradinho 2.
13 tracers no Setor Oeste – Área que fica ao longo da via EPTG e onde está a maior parte do Metrô, tendo grande conurbação entre as cidades. É a maior concentração populacional do DF, com mais de 1 milhão de habitantes. É composta por Águas Claras, Taguatinga, Ceilândia, Samambaia e Riacho Fundo 2. Nesse setor se localiza a área onde está sendo criado o CT da Movimente.
7 tracers no Setor Sul – Área limítrofe a região mais importante do Entorno, caracterizada pela vegetação, trilhas e picos muito bons. Já foi um pólo do parkour em Brasília. É composta por: Gama e Santa Maria.
2 tracers no Entorno – Área em forma de anel, que circunda o DF, mas é de administração do estado de Goiás. Um tracer cadastrado em Planaltina de Goiás/GO e outro em Santo Antônio do Descoberto/GO.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Apenas 5 traceuses foram cadastradas.
39 praticantes têm, ou irão completar 18 anos em 2010.
19 praticantes têm menos de 18 anos.
O tracer mais velho tem 29 anos.
A média de idade entre os praticantes foi de 18,9 anos.
O praticante mais antigo é Alberto Brandão, que iniciou seus treinos em 2004.
O pico mais visitado é a tradicional 308 Sul.

RELATÓRIO FINAL

Os dados revelam que há uma concentração de praticantes na região central do DF, fazendo com a maioria dos tracers dos arredores passem freqüentar o centro da cidade para treinar. Verificando a idade dos praticantes, notamos que a maior parte dos praticantes cadastrados são maiores de 18 anos. Recordando da divulgação feita em agosto, podemos concluir que os praticantes mais novos não têm procurado se informar em relação ao parkour. Pela quantidade de traceuses cadastradas, e recordando das várias que deixaram os treinos, notamos que não há de nossa parte estímulo para que as traceuses permaneçam treinando. Essa conduta de incentivo deve emanar dos tracers mais antigos e de uma organização focada na melhoria da cena local. Em relação ao total de 58 tracers, recordando da quantidade de praticantes que estavam no ParTour Brasília 2010, que certamente teve mais de 50 praticantes, somado aos poucos cadastros de iniciantes, podemos concluir que aproximadamente 50% dos praticantes não realizou cadastro, e os cadastrados, em sua maioria, são os tracers com mais tempo de treino e realmente dedicados ao treino sério.
Concluímos que, pela falta da busca por informação, um levantamento feito de forma esporádica torna-se parcialmente ineficiente, não atingindo o principal objetivo, que é alcançar os iniciantes e praticantes mais novos. Visto a constante procura por novos vídeos na internet, e a quantidade de pessoas interessadas em ingressar no parkour que surgem sempre que um evento é realizado, nossos próximos testes de cadastro devem ser feitos a partir da vinculação de vídeos e/ou eventos.

Direção Movimente