O PKGEN colocou em prática uma idéia que eu mesmo já havia cogitado aqui para o pulo do gato: ressaltar, dar destaque, aplaudir e evidenciar videos que transmitam todo o respeito, empenho, dedicação e tudo aquilo que faz do Parkour uma atividade única.

Toda semana eles publicarão em seu site um vídeo com essas características. Videos de Parkour.  E eles estabeleceram alguns critérios (que pessoalmente eu AMEI!) para dar essa moral: A coluna não tem intenção de demonstrar saltos incríveis, movimentos perfeitos ou edições fodoníssimas. Ao invés disso ele deve transmitir concepções de treino, ideias e representar os valores transmitidos através do Parkour.

Então toda semana eu trarei o vídeo escolhido pelo site do Parkour Generations e além de postá-lo incluirei o meu comentário pessoal sobre ele. Sinta-se a vontade para dar sua opinião também.

Não sou muito fã dos vídeos que utilizam o slow-motion em demasia. Acho que com cautela é uma ferramenta maravilhosa para analisarmos movimentações e criarmos uma edição excelente em sincronia com a música, mas quando ocorre o exagero o vídeo torna-se meio chato de se assistir. Mas ora essas… o que vale é o contéudo não? E ele é ótimo! O cara usa o espaço brilhantemente! É uma grande aula de como diversificar movimentações e estabelecer dinâmicas usando um mesmo ambiente. Note também a preocupação do tracer em sair de sua zona de conforto: um cat leap segurando de forma “não convencional” trabalha outros músculos, modifica a base de sustentação e exige uma movimentação diferenciada pro que se fará em seguida (subir muro, jogar uma precisão… etc.). Mesma coisa para a cena do cat-leap saltando o corrimão: algo corriqueiro que ganha uma nova roupagem ao se estabelecer um agravante.

Não seria meu tipo favorito de vídeo, mas chega bastante perto. Repetições, técnicas, dedicação e busca pelo controle: ingredientes maravilhosos para um bom vídeo de parkour.