No mês passado a WFPF anunciou que esta iniciando seu programa de certificação, o Teaching Certification Program (WFPFT) que pretende formar instrutores de Parkour.

A certificação abrange o Estados Unidos e a Europa – especificamente Florida, Austin, Boston, Liverpool, Cogolone e Connectcut, por enquanto. O curso possui níveis 1 e 2, foi inspirado no trabalho de Ryan Doyle (?) na Airborn Academy criando padrões para a prática segura do Parkour (?)

Leia mais! Clique no Link

Nada fica muito claro – só encontrei a descrição do nível 1 – ainda assim acho interessante prestar atenção. Novas certificações surgindo dá margens a novas formas de explorar o Parkour. Hoje a prática é popular e precisa de pessoas capacitadas para transmitir o Parkour de forma segura e correta.

A competitividade entre essas certificações, prejudica a qualidade do instrutores formados e por consequência compromete a prática do Parkour. Agora temos o ADAPT e WFPFT com concepções destoantes sobre o Parkour competindo, qual será o próximo certificado? O do Belle? Pior, quem deve regulamentar essas certificações? A Federação Mundial de Parkour e Freeruning, uma vez que ela deveria organizar o cenário mundial – afinal essa e a incumbência sugerida quando lemos o nome.

O cenário mundial cresce e incha rapidamente, primeiro os grupos, depois as academias, agora as certificações, o que tem por vir? A institucionalização (provavelmente a esportivisação) do Parkour?

Sejamos atentos, críticos, e conscientes. O que praticamos todos os dias nas ruas depende disso.