401092_537390889638053_1902557654_n

O Pulo do Gato e todo Brasil acompanhou a saga dos Curitibanos que já teve um final feliz!

Para você que pegou o bonde andando, a gente faz um resumão:

– No dia 16 de maio, durante um dos treinos ministrados pelo GAP (Grupo Aulas de Parkour) na praça 29 de março (um dos picos tradicionais da cidade), os praticantes foram abordados e impedidos de treinar pela Guarda Municipal sob a alegação de “depredação de patrimônio”. Acontece que os alunos e instrutores não estavam  em nenhum prédio da prefeitura, em residências particulares, ou mesmo na rua, atrapalhando a circulação de pedestres ou moradores. Eles apenas estavam utilizando a praça para exercer a atividade.

– Dada a proibição, os diretores do GAP, Cássio Junior e Lucas Ribeiro, fizeram um apelo diretamente no canal da Prefeitura da cidade. Um apelo digno de representar qualquer praticante de Parkour e que mostra claramente a responsabilidade que todos deveriam ter para com a atividade e o meio social:

“Falando por toda essa comunidade, o meu único pedido à prefeitura é que abra os olhos para o que estamos fazendo. Para o tanto de pessoas que já se beneficiaram com a prática do Esporte não convencional na cidade, pra todas que querem um espaço para treinar e não podem, ou quando podem, é até serem barradas pelos guardas. Queremos que entendam que a Praça é nossa ferramenta de treino, trabalho, lazer. A ultima coisa que queremos é depredá-la, nós usamos os obstáculos, árvores, muros, escadas e corrimões para treinar, pra nos superarmos, pra nos divertirmos e fugir um pouco do padrão de todo o resto, onde precisa-se fazer parte do convencional pra ser aceito.”

– Em resposta, a Prefeitura e a GM foram coniventes com o trabalho do grupo, entenderam a situação e marcaram uma reunião com os representantes do questionamento. Atitude essa que deveria ser copiada em todos os estados brasileiros.

– Foi firmado um compromisso entre os praticantes de Parkour, a Prefeitura e a Guarda Municipal de Curitiba, como você pode ver no vídeo abaixo.

– A repercussão do caso pode ser vista em variados outros canais de comunicação como o site de Curitiba e  a Gazeta do Povo.

O Pulo do Gato fica feliz que só a peste por causa do acordo entre as três entidades envolvidas e espera que medidas racionais como essa sejam realizadas de norte a sul do Brasil!!! Mandaram ver!!!